Brazil Iron cria Ouvidoria para ampliar diálogo com a população

A Brazil Iron disponibilizou no seu website um link para sua Ouvidoria, órgão criado para ampliar o diálogo com a população da região dos municípios de Piatã e Abaíra, principalmente, das comunidades circunvizinhas aos locais de operação da mineradora. O canal de comunicação está no endereço https://pt.braziliron.com.br/ouvidoria, por meio do qual os interessados deverão se cadastrar (nome, telefone e e-mail) e realizar a sua denúncia, reclamação ou sugestão.

“A nossa expectativa é que possamos estreitar ainda mais o nosso diálogo com a população da região, em especial com as pessoas que vivem nas circunvizinhanças da nossa mina”, afirma o gerente jurídico da mineradora, Luiz Felipe Siqueira. A criação do órgão foi anunciada pela Brazil Iron, no início de setembro, durante a realização de audiência pública pelo Ministério Público do Estado da Bahia, na comunidade de Bocaina, próxima à mina Mocó.


Na primeira etapa de atendimento, a ocorrência será avaliada pela Ouvidoria, observando-se a qual categoria (denúncia, reclamação ou sugestão) a demanda condiz, se há ocorrência anterior com o mesmo teor, portanto com resposta já emitida, se pode ser resolvida através do próprio órgão ou deverá ser enviada para o setor técnico específico. Durante todo o procedimento, o usuário terá a garantia que o processo se dará de maneira sigilosa, garantindo assim a sua privacidade. A Ouvidoria terá o prazo de até sete dias para responder e 30 dias para apresentar solucionar à demanda.


A classificação das ocorrências dos usuários ficou definida nos seguintes termos: reclamação deve mostrar um descontentamento relativo à prestação de serviço da Brazil Iron ou à conduta de seus funcionários ou terceirizados; denúncia deve abordar o exercício de algum ato ilícito ou irregularidade; e, sugestão, quando a intenção é de um aprimoramento ou proposta de algum serviço que está sendo prestado, seja de forma positiva ou negativa.